Seguidores

domingo, 5 de dezembro de 2010

Eseba receberá 785 laptops para 2011


Os 691 alunos e 57 professores do ensino fundamental da Escola de Educação Básica da Universidade Federal de Uberlândia (Eseba) vão contar com uma ferramenta didática especial, a partir do ano que vem. Cada um deles terá o seu próprio laptop (computador portátil) para usar na escola e até levar para casa. Ao todo, 785 computadores vieram por meio do Programa Um Computador por Aluno (Prouca) do Ministério da Educação (MEC) que busca a inclusão digital. A Eseba será a primeira instituição de ensino de Uberlândia a fazer parte do programa.

De acordo com a diretora da escola Elizabet Rezende de Faria, a ferramenta será usada assim como os livros didáticos. Os alunos ficarão com o equipamento pessoal enquanto estudarem na escola. 

“Temos ideias de implementar de acordo com a proposta pedagógica de cada nível de ensino. Vai promover uma maior interação entre alunos, professores, até com outras escolas do Brasil e do mundo. Acredito que também vai motivar ainda mais os alunos a estudar”, afirmou.

A proposta é para que os laptops comecem a ser usados em meados do primeiro semestre. Segundo a diretora, a escola precisará passar por algumas reformas estruturais para a implantação da nova ferramenta. “Teremos que ampliar nossa rede elétrica e de internet e capacitar os professores para usarem o laptop. Além disso, precisaremos de mais monitores e estagiários para dar manutenção nas máquinas”, disse Faria.

Laptops

Os aparelhos foram fabricados pela CCE e custam cerca de R$ 550. Todos eles operam na plataforma gratuita Linux e têm telas de sete polegadas, 512 Mb de memória e baterias com autonomia de três horas. Os laptops terão programas para processamento de textos, edição e visualização de imagens, acesso à internet, entre outros (veja a tabela).

Alunos aprovam ferramenta
Para os professores, a nova ferramenta será muito válida para o ensino. “Essa geração já é adepta da tecnologia, mas ainda hoje alguns não têm acesso. Assim, todos terão oportunidade e vai melhorar muito o ensino”, disse Venilton Gonçalves, 53, professor de informática.

Nickolas Ferreira e Ana Luiza Alves, ambos de 8 anos, são alunos do 2º ano e, para eles, ter o próprio computador é definido com o termo, “legal”. “Vai ser muito bom para fazer pesquisas e estudar em casa sem ter que usar o computador do meu pai”, disse Nickolas. “Vai me incentivar a estudar mais”, disse Ana Luiza.

Laptosp não substituem papel e lápis

Implantado em 2007 pelo MEC, o Prouca forneceu laptops em um projeto piloto para escolas de São Paulo, do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Distrito Federal e de Tocantins. Em 2010, 300 escolas do país foram beneficiadas. Mas, na prática, a ferramenta não deve substituir os tradicionais, papel e lápis.

De acordo com a diretora da Eseba, Elizabet Rezende de Faria, os computadores serão ótimas ferramentas de apoio. “Tem coisas que não podem ser substituídas. Se isso acontecer, será um equívoco. A criança que está em fase inicial de aprendizado só aprende com o concreto, só o mundo virtual não é suficiente”, disse.

O professor de Filosofia Rones Aureliano compartilha do mesmo pensamento e afirma que, em sua disciplina, que trabalha com ideias, continuará sendo necessário algo mais dos alunos. “Será uma ferramenta de auxílio em sala de aula, mas a reflexão depende de cada aluno”, afirmou.

Especificações Laptops

Gerais
Sistema Operacional Linux
7 polegadas de tela
512 Mb de memória
Bateria com autonomia de 3 horas

Programas
- Processamento de textos com recursos para uso de imagens gráficas e tabelas
- Planilha eletrônica
- Edição e visualização de imagens
- Navegador web compatível com plugins Java e Flash
- Jogos educacionais como xadrez e palavras cruzadas
- Leitura de PDFs
- Reprodução de arquivos de som e vídeo

Fonte: Jornal Correio de Uberlândia.


2 comentários:

Vivian disse...

Olá querida Odete!!Bom Dia!!

Que interessante! Se for usado de forma correta pode ser um forte aliado aos estudos.
O computador é um excelente veículo de integração! Mas ele não acrescenta nada aquelas pessoas que só o usam para "brincar", na rede!! Ou ver fofocas,etc..Existem tantos materiais ruins...
Mas pode ser um forte aliado, se buscarem o aprendizado!!
tem muitos cursos grátis on line!!
Além de ser um excelente meio de pesquisa!
Mas só na prática para ver se realmente foi uma boa idéia...
Vamos ver como vai ser usado!!
Pode ser uma revolução no ensino!
beijos!!
Ótima semana para você!!
Atenciosamente

Brasigrega disse...

Que bom, só espero que eles estudem mesmo. Ou será que ficarão no orkut e jogando aqueles jogos porcaria?
Bjussss

Related Posts with Thumbnails

.

 
Topo